Segurança Pública é um caso sério, muito sério, seríssimo...

É lamentável a situação de insegurança e terror que vemos hoje na Bahia. Apesar deste lado muito triste, continuo ao lado dos PMs da Bahia, do RJ, de SP, de MG e de qualquer estado brasileiro.

PMs, Policiais Civis, Bombeiros - todos da área de segurança, recebem um miserê de salário que deixa em permanente insegurança aqueles que atuam na linha de frente pra manter a segurança. É ilógico, irracional e desumando o piso salarial da categoria.

A violência da terra do cacau serve pra comprovar um detalhe que explica porque considero a segurança o primeiro item da lista de prioridades:
- não adiantam hospitais de primeiro mundo se o cidadão não tiver a segurança para se deslocar de sua casa pra gozar deste benefício.
- de nada servem as escolas no melhor exemplo de arquitetura, melhor corpo pedagógico, melhor em tudo se os alunos não tiverem segurança para percorrer o trajeto de casa ao estabelecimento de ensino.

Sem segurança de nada nos adianta ter o melhor em nada porque não poderemos sair de casa para aproveitar nada. E devemos agradecer à sorte por, ainda sem segurança, ser possível nos mantermos em casa.

Vejo a imprensa manipulando a opinião pública contra o movimento dos PMs baianos, que não estão pedindo nada mais além do que lhes foi prometido e do que lhes é de direito: um salário digno da profissão, que os permita viver e sobreviver com segurança, a mesma que eles são obrigados a prestar à população por força da ingrata profissão que escolheram.

Vem o governador com um papo de "coitadinhas das crianças" mas as escolas públicas estaduais foram as únicas que não suspenderam as aulas, colocando em risco a integridade dos alunos que são crianças e jovens.

Não é a PM que está quebrando tudo, praticando saques, cometendo homicídios: é a população de Salvador! A mesma que se queixa em altos brados pela onda de terror que ocorre em Salvador e que pede o fim da greve para o retorno da PM às ruas.

O exército, a força disso e daquilo, daqui e dali e de acolá foram postos nas ruas para garantir a segurança pública. Um efetivo de mais de 3 mil homens foi enviado à Salvador contra uns mil grevistas.

Por que está acontecendo tanto terror em Salvador? Cadê as forças que foram enviadas à cidade "para dar segurança aos contribuintes"? Onde eles estão, para "proteger o povo e manter a ordem pública"? Estão aglomerados em torno da AL...

Mais importante que proteger o cidadão para evitar o clima de guerra em que se encontra hoje a cidade, é cercar AL. E o povo, como fica? Não fica, é óbvio!

Puro conto do vigário urbano vivem hoje os baianinhos.

Bjs carinhosos
Elida


2 comentários:

Anônimo disse...

Pra pagar salário decente pros brasileiros, o país nunca tem dinheiro mas vive gastando verdadeiras fortunas lá fora

Não é pra isso que pagamos imposto:

1 bilhão
http://www.bbc.co.uk/portuguese/noticias/2012/01/120131_cuba_porto_jf_is.shtml

357 milhões
http://www1.folha.uol.com.br/folha/mundo/ult94u684527.shtml

257 milhões
http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI294076-17770,00-BRASIL+PODE+PARTICIPAR+DE+CONSTRUCAO+DE+TELESCOPIO+GIGANTE.html

http://www.portugues.rfi.fr/geral/20110330-ajuda-financeira-do-brasil-portugal-e-destaque-da-imprensa-francesa

Enquanto isso bombeiro, polícia, professores ficam com salário de esmola, escolas ficam caindo aos pedaços, hospitais sem médicos e equipamentos

elida kronig disse...

Oi, Anônimo.

Concordo que não é pra isso que pagamos impostos.

Bjs carinhosos
Elida